Sociedade Filarmónica Louriçalense

Informações

AGENDA

Brevemente

HISTÓRIA

Sociedade Filarmónica Louriçalense, fundada no mês de Dezembro de 1825 – Freguesia do Louriçal, concelho de Pombal.

A Sociedade Filarmónica Louriçalense surgiu após as Invasões Francesas ocorridas entre 1807 e 1810 sob os efeitos e consequências características das batalhas napoleónicas.

Os registos relatam-nos inúmeros actos de vandalismo e assassinatos provocados pelas tropas invasoras na freguesia do Louriçal, pelo que podemos afirmar que a criação da filarmónica foi um aspecto positivo desse marco histórico. Assim, a sua estreia, segundo dizem as gentes, a tradição e os registos existentes, ocorreu pelas festas religiosas realizadas a 25 de Dezembro de 1825 no lugar de Foitos, Freguesia de Louriçal.

Um fosso difícil de ultrapassar foi o facto de não termos encontrado qualquer apontamento pormenorizado e contínuo sobre o percurso da Filarmónica no século XIX, mas pode-se revelar que o mesmo teve como pano de fundo o Louriçal e que em alguns momentos se fundiu com a história da Vila e não só. Em 1918, 93 anos depois da data apontada da fundação, regressaram ao Louriçal, no final da 1.ª Guerra Mundial de 1914/18, muitos dos mancebos que tinham partido para França integrados no Corpo Expedicionário do Exército Português. Através de alguma pesquisa, facilmente se conclui que, muito provavelmente, o regresso dos ex-combatentes trouxe ao Louriçal algumas alterações ao quotidiano. A música, como elo de ligação e de actividade social e cultural, possibilitou as pessoas dedicarem-se à prática instrumental e ao convívio na comunidade e fez com que alguns desses jovens recém-chegados se associassem à filarmónica. São deste período os estatutos mais antigos que se conhecem, aprovados a 22 de Setembro do ano acima enunciado. No artigo 10 pode ler-se: “É constituída na vila do Louriçal, uma Sociedade Artística e de Instrução, que se denomina Sociedade Artística Filarmónica Louriçalense e que tem por fins manter uma banda de música devidamente organizada, sustentar uma escola de música e canto e conforme fosse crescendo, criar e sustentar outras aulas, tais como: ensino primário, desenho, ginástica e dança”.

Em 1929, tendo por base uma crise houve uma interrupção nas suas actividades. Após um período mais ou menos curto de inactividade, a Banda é reorganizada por um grupo de executantes cheios de vontade e retoma o seu percurso artístico, reaparecendo no dia 15 de Agosto de 1950 e posteriormente a 10 de Dezembro do mesmo ano.

Indissociavelmente ligada à Vila e às Gentes da região, por motivos históricos e culturais, e apesar da sua longa existência, só em 1981 se constituiu oficial e juridicamente em Sociedade Filarmónica Louriçalense, por escritura pública lavrada no cartório notarial de Pombal, no dia 29 de Maio do referido ano. De notar que este marco documental deu início a um novo ciclo desta emblemática colectividade do Louriçal.
Habituada a resistir às vicissitudes da vida em sociedade ao longo de quase dois séculos, a Filarmónica Louriçalense atravessou os períodos de dois conflitos mundiais e treze anos de guerra colonial que muito naturalmente abalaram as suas estruturas económica e de recursos humanos.

Neste ano de 2015, a Sociedade Filarmónica Louriçalense comemora 190 anos de muitas vivências e experiências sociais, culturais, pessoais e familiares. É constituída por 30 músicos no seu efectivo e conta com a direção artística de 2 maestros, Leonel Ruivo e Cláudio Leitão, ambos com percurso musical nesta casa, bem como entre estudos musicais e experiências em outras instituições reconhecidas.

Contrapondo com a eloquente projecção cultural, prestação artística e invejável historial, a Filarmónica vive com dificuldades de subsistência, a exemplo da maioria das suas congéneres.

 

Direcção do Biénio 2015/16

Presidente – Célio Dias
Vice-Presidente – José Dias
Tesoureira – Lurdes Carvalheiro
Secretária – Paula Ruivo
Vogal – Lino Ferreira

A Filarmónica nas redes sociais
Localização
MAIS INFORMAÇÕES
Contactar a Sociedade Filarmónica Louriçalense

Nome

Email (required)

Assunto

Mensagem

Rider técnico
– Palco de 10×10 metros;
– 40 cadeiras;
– iluminação de palco (para leitura de partituras com boa visibilidade);
– 1 microfone de voz.
MORADA

Rua da Filarmónica 3105- 165 Louriçal PORTUGAL

TELEFONE

Presidente Célio Dias
   969524497

E-MAIL

s.flouricalense@gmail.com

Tipo
Filarmónicas
Tags
Escolas de Música, Filarmónicas